fbpx

Operação “Checklist”

Reunião
1 de outubro de 2017

Assefit-DF repudia supostas irregularidades denunciadas pela operação.  Entidade não medirá esforços para defendera imagem dos auditores.

A Associação dos Auditores Fiscais de Transporte do DF – Assefit repudia qualquer conduta criminosa praticada por servidor público e manifesta seu apoio à operação intitulada “Checklist”, realizada pelo Ministério Público e pela Polícia Civil do Distrito Federal, cujo objetivo é apurar as denúncias e averiguar os reais envolvidos, além de garantir o direito do contraditório e da ampla defesa.

A operação, amplamente divulgada pela mídia, apura a existência de uma organização criminosa que atuaria em duas frentes. Uma que envolveria um esquema cobrando pagamento de propina em troca de “vista grossa” nas inspeções de ônibus e micro-ônibus e, outra, que aponta indícios de recebimento de propina das cooperativas e das empresas de ônibus para combater a pirataria, assim como dos piratas para afastá-los da fiscalização.

Esta entidade reafirma seu compromisso de defender a imagem dos Auditores Fiscais de Transporte do DF e destaca que não medirá esforços para resguardá-los, por entender que as acusações citadas na operação “Checklist” tratam de casos específicos que ainda estão em investigação. Portanto, trabalhará para que o cenário atual não prejudique a reputação e as atividades dos auditores fiscais de transporte, que têm como principais atribuições o zelo pela qualidade do transporte público no DF, a garantia do direito de ir e vir do cidadão e a segurança da população por meio da fiscalização de irregularidade, pautando-se pela ética, transparência e confiança.

Brasília, 5 de outubro de 2017.

%d blogueiros gostam disto: