fbpx

Semana Nacional de Trânsito no DF

Direito social ao transporte público
13 de setembro de 2018
Setor Comercial Sul estará bloqueado para atividades
20 de setembro de 2018

Crédito: Agência Brasil/Arquivo

Ação faz parte do Dia Mundial sem Carro. Estacionamento em frente ao shopping Pátio Brasil ficará bloqueado na sexta-feira (21/9) e no sábado (22/9). Haverá linhas de ônibus a cada cinco minutos saindo do Parque da Cidade.

Para reduzir o número de vítimas no trânsito e promover um tráfego mais seguro no Distrito Federal, começou na última terçarça-feira (18/9) a Semana Nacional do Trânsito. Com o título, Salve Vidas, reduza a velocidade, a programação conta com campanhas de conscientização e atividades lúdicas. A proposta é atuar em quatro eixos: educação de trânsito, fiscalização, engenharia de tráfego e gestão.
Na sexta-feira (21/9) e no sábado (22/9) será comemorado o Dia Mundial sem Carro. Nos dois dias, todo o estacionamento do Setor Comercial Sul (SCS) em frente ao shopping Pátio Brasil  estará bloqueado para atividades lúdicas, como oficinas de bicicleta, food trucks e feiras orgânica e de artesanato. A interdição começa a partir das 18h de hoje (20/9), após o horário de expediente.
Para estimular o uso de outros meios de transporte além do carro, a Secretaria de Mobilidade vai disponibilizar uma linha de ônibus saindo do Parque da Cidade a cada cinco minutos. “A consciência é a melhor forma para redução do número de acidentes e mortos”, frisou o secretário Fábio Damasceno.
Além das atividades, a Polícia Militar vai fazer campanhas educativas em escolas da rede pública e particular, além de intensificar a fiscalização para coibir o uso de celular no trânsito, a falta de habilitação e excesso de velocidade. “A previsão é educar 1,2 mil crianças e adolescentes nos colégios”, destacou o comandante do policiamento de trânsito, coronel Alexandre Souza Oliveira.

Campanha de educação

Na terça-feira (18/9), equipes do DER-DF estiveram em escolas de Taguatinga e Vicente Pires. “Campanhas de educação do órgão já atingiram 80 mil pessoas”, destacou o superintendente de trânsito, Carlos Spies. Ele destacou que atualmente os dois principais fatores para acidentes de trânsito são o uso do celular ao volante e alcoolemia no trânsito. “Nosso objetivo é atingir novas gerações para promover uma nova consciência do trânsito. Estamos substituindo radares e hoje conseguimos monitorar o uso do celular por parte dos motoristas com mais de 54 câmeras instaladas pelo DF”, ressaltou.
Do início do ano até o fim de agosto, 213 pessoas perderam a vida no trânsito de Brasília. O DF possui hoje uma frota de 1,7 milhão de veículos. Em 1995, houve 652 mortos com uma frota de 500 mil carros. Quando a Semana Nacional do Trânsito começou, em 2016, 390 pessoas morreram no asfalto da capital.
A abertura da Semana Nacional do Trânsito pelo Detran ocorreu na terça-feira, em frente ao Dnit, com atividades lúdicas a partir das 8h voltadas para 300 estudantes. Ao longo da semana, entre as principais ações, haverá campanha educativa para alertar a distância mínima de segurança de ciclistas (1,5m), consciência sobre uso da faixa de pedestre e uso adequado da bicicleta.
Participam das atividades órgãos de fiscalização, como o Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF) e Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER-DF), além do Batalhão de Trânsito da PM (BPTrans), Secretaria de Mobilidade (Semob) e Casa Civil.
Matéria publicada pelo Correio Braziliense, com adaptações.
Foto: Agência Brasil/Arquivo
%d blogueiros gostam disto: